fbpx

Cemitérios mais famosos do mundo

Cemitérios mais famosos do mundo

Cemitérios mais famosos do mundo

 

Você sabia que a visita a cemitérios pode ser considerada uma forma de turismo?

Ela é denominada turismo cemiterial e explora o patrimônio artístico e arquitetônico de cemitérios, abrangendo a arte tumular, com esculturas, inscrições e até mesmo elementos paisagísticos presentes nesses locais, todos carregados de simbolismo familiar.

Esse tipo de turismo é praticado ao redor do mundo, atraindo turistas por meio de visitas guiadas, placas de identificação e mapas indicativos que facilitam a localização das sepulturas de personalidades, além de proporcionar um contato maior com a história.

Neste conteúdo abordaremos alguns dos cemitérios mais famosos do mundo nos quais são realizados o turismo cemiterial. Confira!

 

Cemitérios mais famosos do mundo

Cemitério Pére Lachaise (França)

O Cemitério Pére-Lachaise, em Paris, está localizado no 20º Arrondissement, e se destaca não apenas pela sua arte e cultura, mas também pelo crescente interesse no necroturismo.

O local tem esse nome em homenagem ao Padre François d’Aix de La Chaise, confessor do Rei Luís XIV da França.

Recebendo aproximadamente dois milhões de visitantes anualmente, é rico em áreas verdes e lar de inúmeros túmulos de personalidades francesas e internacionais de renome.

Chama a atenção pelas obras de arte que adornam os mausoléus, túmulos e lápides. O destaque fica para a meticulosa preservação e cuidado dedicados a esse espaço, proporcionando uma experiência que se assemelha a um museu ao ar livre.

Não há atmosfera mórbida. No ambiente é possível perceber que a história, a arte e a serenidade se entrelaçam harmoniosamente.

 

Cemitério da Recoleta (Argentina)

Cemitério da Recoleta - Cemitérios mais famosos do mundo

Dentre os cemitérios mais famosos do mundo está o Cemitério da Recoleta, localizado no bairro nobre homônimo, em Buenos Aires, no qual estão sepultados políticos, militares, artistas, esportistas e personalidades.

O local conta com exuberantes jardins e lápides e mausoléus luxuosos que exibem uma imponente arquitetura neoclássica.

Entre as personalidades ilustres sepultadas na Recoleta, destaca-se Evita Perón, a ex-primeira-dama considerada uma mártir pelos argentinos. Ela se encontra no jazigo de sua família Duarte, um local protegido por forte segurança.

 

Cemitério Azael Franco (Equador)

Fundado em 1932, o local tem suas raízes ligadas a José Maria Azael Franco Guerrero, que desempenhou o papel de Chefe dos Parques do Município e foi o arquiteto do paisagismo do cemitério.

Em 1984, o Instituto de Patrimônio Cultural do Equador conferiu ao jardim o título de “Patrimônio Cultural do Estado” e, no mesmo ano, foi reconhecido pelo Ministério do Turismo como um sítio de interesse nacional. Esses títulos o tornaram um dos cemitérios mais famosos do mundo.

O local cativa os visitantes com seus arbustos verdes esculpidos em formas de animais, divindades incas e maias, bem como figuras egípcias, gregas e romanas, que circundam os túmulos brancos, oferecendo proteção contra o vento.

 

Cemitério de Okunoin (Japão)

O Cemitério de Okunoin é um dos cemitérios mais famosos do mundo e reconhecido como o maior do país. Abrange uma vasta área com mais de 200 mil túmulos dispersos por uma floresta de cedros envolta em musgos.

O local pode ser visitado tanto de dia quanto à noite, por conta própria ou com a orientação de guias. 

O cemitério abriga o mausoléu de Kobo Daishi, um renomado monge budista, poeta, artista e fundador da escola de Budismo Shingon, o que faz do local um espaço para meditação. 

 

Cemitério de Sapanta (Romênia)

O Cemitério de Sapanta destaca-se por sua arte colorida e tornou-se um destino renomado para aqueles que desejam explorar a rica expressão da arte tumular.

Suas lápides não se limitam a apresentar apenas o nome e a data de falecimento. Cada uma conta com um epitáfio e um desenho que narra algum aspecto específico da vida da pessoa sepultada. 

Assim, o local ficou conhecido como o “cemitério alegre”. Através de mensagens leves e positivas nas lápides, o local oferece uma perspectiva única sobre a morte, proporcionando uma compreensão mais otimista e diferenciada desse aspecto da existência humana.

 

Cemitério de Sagada (Filipinas)

Apesar de não ostentar mausoléus com arquitetura deslumbrante ou contar com sepulturas de personalidades famosas, tornou-se um dos cemitérios mais famosos do mundo.

O costume de posicionar urnas de madeira estrategicamente ao lado de um penhasco, teve início como uma medida para manter os corpos fora do alcance de animais.

No entanto, ao longo do tempo, transformou-se em uma tradição única que atrai a atenção de visitantes de todas as partes.

 

Artigos Relacionados

 

Cemitérios mais famosos no Brasil 

No Brasil há diversos cemitérios aos quais vale a pena visitar, devido às suas riquezas e histórias. 

 

Cemitério São João Batista (Rio de Janeiro)

No coração da cidade do Rio de Janeiro, encontra-se o Cemitério São João Batista, mais conhecido como Cemitério das Estrelas. O local, que abriga a sepultura de diversas celebridades nacionais, é um verdadeiro testemunho da história cultural brasileira.

Dentre as personalidades ilustres estão Oscar Niemeyer, Carmem Miranda, Tom Jobim, Cazuza, Carlos Drummond de Andrade, Cândido Portinari, Santos Dumont e Luis Carlos Prestes.

 

Panteão dos Inconfidentes (Minas Gerais)

Na cidade histórica de Ouro Preto, mais precisamente no Museu da Inconfidência, encontra-se o Panteão dos Inconfidentes, um local significativo onde repousam os restos mortais dos mártires da Inconfidência Mineira.

O espaço não apenas serve como um memorial, mas é também uma conexão viva com a história de resistência e luta pela independência do Brasil. 

 

Cemitério da Consolação (São Paulo)

Fundado em 1858, o cemitério se destaca pelos impressionantes mausoléus elaborados por renomados escultores, como Victor Brecheret, Nicola Rolo, Luigi Brizzolara, entre outros.

Entre os túmulos ilustres, é possível visitar os sepulcros de Monteiro Lobato, Tarsila do Amaral, Ramos de Azevedo, Antoninho da Rocha Marmo, Mário e Oswald de Andrade.

O local oferece visitas guiadas, proporcionando uma oportunidade única de explorar a arte, a história e as personalidades que moldaram a cidade de São Paulo e o cenário cultural do Brasil.

As visitas podem ser agendadas por meio do Serviço Funerário do Município de São Paulo.

 

Tesouros de significado cultural e histórico

Além de espaços para homenagear os que partiram, esses lugares são também tesouros de significado cultural e histórico.

São expressões artísticas e arquitetônicas que refletem a diversidade e a riqueza da experiência humana de diversas sociedades.

Você conhece algum outro cemitério famoso que não tenha sido mencionado neste conteúdo. Compartilhe com a gente!

ARTIGOS RELACIONADOS

Tradição e experiência: por que os planos funerários Orsola são a melhor opção em Santa Bárbara d’Oeste

Na fase de decisão de compra, muitos consumidores estão em busca de informações que os ajudem a fazer a escolha certa de um produto […]

Continuar Lendo

Diferenciais do Velório Orsola: um refúgio de conforto e apoio para os associados

O inevitável faz parte da vida e é comum que todos nós, em algum momento, tenhamos que lidar com a perda de um familiar. […]

Continuar Lendo