5 Exercícios para se fazer no trabalho que podem ajudar você a ter uma vida mais longa

Dicas para afastar o estresse e viver melhor

5 exercicios para se fazer no trabalho que podem ajudar voce a ter uma vida mais longa
24/04/2019
Por: Funerária Araújo-Orsola

Dias corridos, cansaço constante e acumulado, necessidade de muito mais do que 24 horas para dar conta das tarefas do dia a dia. Esta é a realidade da maior parte da população mundo afora. O  estresse – seja pelo excesso ou pela falta de trabalho – está diminuindo aos poucos os momentos em que as pessoas se permitem relaxar, ficar com a família ou mesmo cuidar de coisas básicas como alimentação, por exemplo. Mas você sabia que essa correria toda pode fazer mal?

Assine Newsletter Orsola

Estudos recentes comprovam que o estresse acumulado destrói neurônios, e já é apontado como o quarto maior fator de risco de infarto, sendo que no Brasil já atinge cerca de 30% da população. Muitos não têm consciência de que, muitas vezes, ultrapassam seus limites físicos, por respeitar uma rotina ou determinada urgência no trabalho. Quando chegam em casa, fatalmente o cansaço é tanto que nem mesmo conseguem descansar adequadamente, ter um sono de qualidade, e tudo vai se acumulando cada vez mais. Pensando nisso, preparamos algumas dicas de exercícios simples que podem ajudar a ter uma vida mais longa e feliz:

1 - Movimente-se!

Você já sabe que a atividade física pode ajudar na sua saúde. O mesmo acontece durante o expediente. Se você trabalha muito tempo na mesma posição – qualquer que seja ela – acenda o alerta! Movimente-se, faça uma pequena caminhada, estique braços e pernas. Mude de posição a cada intervalo de, no máximo, duas ou três horas. Além disso, evite algumas atitudes como cruzar as pernas (em especial as mulheres) ou sentar-se com má postura, especialmente quando for ficar bastante tempo em frente a um computador, por exemplo. Ficar na mesma posição por horas a fio pode causar cansaço e tensão muscular, tendo como consequência fortes dores. O movimento periódico do corpo mantém a circulação e os músculos ativos, além de aliviar a mente do cansaço do trabalho constante.

2 - Pausa para arejar a cabeça ao longo do dia

Faça pausas. A necessidade de foco no trabalho, a correria da rotina familiar, horários apertados, podem nos fazer perder a noção do tempo e do próprio desgaste físico e mental. Trabalhar um dia inteiro – dia após dia – nesse ritmo, acaba com as energias de qualquer um. A cabeça já começa a não funcionar mais como deveria. Entenda que, para seu próprio bem (e até para conseguir manter o foco futuramente), é necessário um descanso. Saia do ambiente “de sempre”, troque ideias com colegas, ouça uma música relaxante. Alguns especialistas recomendam inclusive dormir cerca de 15 minutos durante o dia. Se você não pode se dar a esse luxo, simplesmente pare onde puder, feche os olhos por uns instantes e respire fundo.

3 - Aprender coisas novas

Desafie a si mesmo! Aprender coisas novas desenvolve nosso cérebro e o mantém ativo. Procure aprender não só atividades que tenham a ver com suas tarefas diárias ou seu emprego. É impressionante como algumas pessoas aprendem com facilidade coisas que nem mesmo sabiam ter habilidade ou inteligência. Quando saímos do meio das atividades que sempre fazemos, descobrimos talentos e capacidades que nem sabíamos ter. E, ao descobrir um talento novo, nos sentimos mais capazes, mais seguros de nós mesmos, e automaticamente nosso corpo aumenta a produção de dopamina e ocitocina, que são conhecidos como os “hormônios da felicidade”.

 

Conteúdo Relacionado:

● Cuidados para que traumas não afetem nossa saúde mental

● 9 Benefícios que só os clientes da Funerária Araújo-Orsola possuem

 

4 - Aproveitar a hora do almoço

Você respeita seus horários de expediente, certo? Então, aprenda que seus intervalos também têm valor. Na hora do almoço, por exemplo, use seu celular para ouvir uma música, ou se distraia um pouco fazendo algo que você gosta. Se dê ao luxo de relaxar um pouco, ou simplesmente respirar e beber uma água. Passe um tempo com sua família, leia, ou mesmo aproveite para fazer algum trabalho manual. Pense que, quanto menos tempo você tem, melhor deve aproveitá-lo.

5 - Alongamento

Não tenha vergonha de fazer alongamentos. Se possível, ao ar livre. Se não, faça em ambientes fechados mesmo. Cerca de 15 minutos desses movimentos simples ajudam o sangue a circular melhor e, consequentemente, dão mais ânimo, forças ao corpo e mente e ajudam a viver melhor. Além de aumentar sua flexibilidade, evitando lesões nos músculos e articulações, alivia o estresse e melhora a postura, o equilíbrio e mesmo a mobilidade, fazendo com que o corpo suporte melhor as tarefas do dia a dia, como abaixar-se, subir escadas, carregar pesos, entre outros.

Por fim, se você quer ter uma vida longa – ou pelo menos viver bem o tempo de vida que tem – acima de tudo, respeite a si mesmo. Seu tempo e sua vida são valiosos demais para serem desperdiçados. Esteja rodeado por pessoas que conhecem seu valor. Faça do seu dia a dia mais que um “piloto-automático” de acordar, correr, dormir pouco e acordar de novo. Valorize-se, cuide de si mesmo e dos que você quer bem. Porque ser feliz não se trata de viver muitos anos, mas de fazer cada momento vivido valer a pena.

Você faz algum exercício que pode ajudar a ter uma vida mais longa e feliz? Compartilhe conosco publicando seu comentário logo abaixo!

Como proceder em caso de Falecimento?

Saiba quais procedimentos tomar e quais os documentos providenciar.