10 maneiras para superar o medo da morte

O medo da morte consiste em não conseguir entender o que ela é, ou o que vem depois dela. Mas, como combatê-lo?

10 maneira de superar o medo da morte
10/01/2019
Por: Funerária Araújo-Orsola

O Ser humano alimenta dentro de si uma porção de medos que o ajudam a sobreviver. Foi assim que ele evoluiu até se tornar o animal dominante da terra, foi assim que ele descobriu ciências e métodos. O medo do desconhecido é o maior deles, mais especificamente, o medo da morte.

Comum na maioria dos seres que já existiram, esse medo vem em consequência tanto de nossos instintos como da consciência. Isso porque, se por um lado, somos programados para sobreviver, por outro não conseguimos racionalizar a outra opção.

O medo da morte consiste em não conseguir entender o que ela é, ou ter medo do que vem depois. Medo de não ter um depois, ou o temor de que na verdade haja. Ela se apresenta de várias formas, mas não precisa ser eterna. Aqui vão algumas dicas de como combater esse grandioso medo.

Veja a seguir 10 dicas para perder o medo da morte, como enfrentá-lo e aprender a lidar melhor com o assunto.

Muitas formulações já foram feitas quando o assunto é medo da morte. Religiões apresentam várias versões de pós-vida para driblá-lo enquanto a ciência explica nosso cérebro no processo. A verdade, à parte todos esses escritos e falatórios, é que, no final, tudo morre.

 

 

1. Admita o fato: a morte é uma certeza

Isso parece bem duro e direto, mas a primeira dica para podermos lidar melhor com o medo da morte é aceitar o fato. Nós morreremos, é parte da vida. A canção termina e logo vem outra. O filme acaba para que outro comece. Séries de TV precisam de um fim para que os atores tenham tempo de gravar outras coisas.

Da mesma forma, nossos corpos precisam ir e liberar nutrientes e energia na terra. O espaço precisa se abrir. Explosões estelares e sóis precisam aparecer e sumir para que o ciclo da existência continue. E o universo precisa perder seu medo da morte para vir o após desconhecido.

Entretanto, atente: admitir o fato não consiste em ficar obcecado por ele. Saber que a morte um dia vem não deve travá-lo. Ter consciência disso deve ser só mais uma ferramenta na sua vida. Uma forma de obter humildade, paciência e amor quando comparado ao fim das coisas.

Também não é o objetivo deste texto ignorar todas as teorias sobre pós-vida e taxar o fim da matéria como o fim real. Entretanto, como existem mais palavras sobre o assunto do que podemos contar, nos limitemos ao básico e benéfico.

Leia também o artigo Cuidados para que traumas não afetem nossa saúde mental.

 

2. Entenda seu medo

A segunda forma de enfrentar o medo da morte é saber o porque você teme. Apesar das razões citadas acima, nem todos os seres humanos encaram essa passagem da mesma forma. Enquanto uns acreditam numa coisa, outros são totalmente céticos e pessimistas. Também existe o médio.

Seja você os extremos ou o meio, alguma razão para esse medo tem. Devemos saber que temer é, certas vezes, irracional, mas também resultado de um processo. O medo da morte é claramente irracional, uma vez que é inevitável. Mesmo assim, ele não deixa de ter uma lógica.

Portanto tente se conhecer e descobrir se seu medo da morte é por razão da finitude, de não mensurar o nada ou do que vem após. Entenda se é por não entender o processo ou ter receio do momento, da dor. Saiba se é pela família, pelos amigos ou por você mesmo.

 

Receba conteudo em seu email quadrado34

 

 

3. Pesquise o que é morte e sobre o processo físico

A terceira maneira de encarar o medo da morte é pesquisar o processo físico de morrer. Algumas pesquisas indicam que o cérebro, prestes a morrer, libera químicos que indicam ao organismo que está tudo bem. É a própria consciência protegendo a consciência.

É necessário compreender também como ocorre a morte. Em muitas pessoas, o medo da morte vem por conta do repentino, do acaso. Entretanto, para enfrentar isso é necessário atacar seu próprio incômodo quanto à falta de controle.

É comum nós, humanos, nos cercarmos de signos e certezas para que fiquemos confortáveis. Achar um objetivo na vida nos dá propósito frente à vastidão do universo e assim por diante. Contudo, olhe de novo para a vastidão e saiba: nenhum de nós tem o controle. O acaso é implacável.

 

 

4. Aceite o seu medo

A quarta forma de encarar o medo da morte é dizer: “tudo bem”.

É claro que a morte precoce de um parente nos revolta, é claro que uma doença agressiva tira o chão e balança os eixos. Entretanto é importante saber que isso é tão casual quanto um belo pôr do sol ou o canto dos pássaros.

Saber aceitar a morte é um ótimo jeito de combater o medo.

 

5. Procure ajuda

Apesar da morte ser uma certeza, ela é um acontecimento que tem ao seu entorno uma aura de dúvidas. A quinta dica, então, consiste em pesquisar sobre teorias quanto à morte. Você pode considerar isso um paliativo ou viés de confirmação. Não importa.

tombstone-660890_1920

O importante é que você se tranquilize e, se algumas daquelas experiências falarem com você? Aceite. É importante saber se guiar, certas vezes, pelos seus instintos. Logicamente, pessoas diferentes reagem de outras formas ao mesmo assunto, então, se você é alguém mais científico, é claro que uma visão mística ou metafísica não ajudará em nada. Mas mesmo no científico, saiba apreciar o ciclo de vida e morte.

 

 

6. Viva um dia por vez

A sexta dica para lutar contra o medo da morte é apreciar o caminhar das coisas. Saiba observar a vida e ver quais caminhos seriam impossíveis se não houvesse a morte. Faça uma reflexão e observe seu entorno e perceberá que algumas coisas seriam impossíveis sem a existência da morte.

 

7. Procure ajuda de profissionais da saúde

O sétimo conselho consiste em: caso o receio da morte o paralise, procure por profissionais. É importante saber nossos limites, assim como saber que existem coisas com as quais é impossível lidar sozinho. Isso são decisões totalmente pessoais e intransferíveis.

Por conta disso, saiba quando procurar um psicólogo para lidar com este tipo de fobia.

Leia também o artigo Como a atividade física pode ajudar em sua saúde.

 

 

8. Aproveite a vida

A oitava forma para superar o medo da morte é aproveitando a vida. Quando não temos muito tempo para pensar em morrer, é mais difícil se preocupar com isso. Portanto procure formas de ocupar seu tempo, de ter planejamento à frente de dar importância à vida e atenção às pessoas que realmente se importam com você.

Confira nossas 25 dicas para viver melhor.

 

 

9. Desfrute de boas companhias

A penúltima maneira de enfrentar é aproveitar companhias agradáveis, isso no sentido mais profundo da palavra. Sinta aquelas presenças, esteja no agora com elas. Estar no momento e ter consciência de que ele é tudo o que existe pode diminuir este temor.

 

 

10. Tenha bons hábitos

E o último conselho engloba várias coisas: meditação, alimentação, hábitos. Quanto mais você se cuidar, mental e fisicamente, mais preparado estará para existir. Isso diminui muito o medo da morte pois você sente que está fazendo o possível para evitá-la.

O medo da morte é algo comum, todos tememos, em certa medida, o fim. Contudo, é importante não deixar que esse medo tire momentos da vida. Não adianta ter medo da morte e medo de viver ao mesmo tempo. Tudo precisa de um fim para fazer sentido. Inclusive este texto.

Se você tiver mais alguma dica, por favor, escreva nos comentários abaixo.

 

Veja mais

7 dicas de como confortar pacientes terminais

7 dicas de como confortar pacientes terminais

21/09/2021
Receber a notícia que alguém querido está com uma doença fatal, é algo muito triste e... Continue lendo.
Despesas com funeral: quais são e como evitá-las

Despesas com funeral: quais são e como evitá-las

14/09/2021
Além do baque emocional, se despedir de um ente querido também pode impactar as finanças. As... Continue lendo.
15 Livros para explicar a morte para crianças

15 Livros para explicar a morte para crianças

08/09/2021
A morte faz parte do processo natural de todo ser humano, e os tempos de pandemia de coronavírus... Continue lendo.

Como proceder em caso de Falecimento?

Saiba quais procedimentos tomar e quais os documentos providenciar.