Terapia pós-óbito: quando devo procurar

Um profissional especializado irá ajudar a lidar com todas as fases do luto e também a superar os sentimentos.

Terapia pós-óbito: quando devo procurar
03/06/2021
Por: Funerária Araújo-Orsola

Saiba quando procurar pela terapia pós-óbito.

Passar pela perda de um familiar é muito doloroso, mas com o passar do tempo a ferida vai se curando, e fica nesse espaço uma lembrança do que se passou, mas que nunca será esquecido, assim como uma cicatriz.

Como esse processo é bastante complicado e doído, é possível contar com a ajuda da terapia pós-óbito para lidar melhor com o luto e todos os sentimentos que ele traz.

Então, caso esteja vivendo esse momento e não saiba exatamente como superá-lo, continue a leitura e confira como a terapia pós-óbito pode ajudar nessa situação.

 

Como se comportar diante da morte

A morte, infelizmente, ainda é considerada um tabu em nossa sociedade. Como não costumamos discutir sobre ela, também não estamos preparados adequadamente para lidar com o assunto, principalmente em um mundo onde há uma eterna busca pela juventude e a expectativa de vida aumenta. 

Como resultado, a maioria das pessoas não sabe como deve se comportar diante da situação. A pressão da sociedade para uma rápida recuperação do luto, assim como a falta de preparo psicológico para lidar com a morte, podem fazer com que essa grande dor seja ainda pior.

Confira também o artigo Vida após a morte: o que dizem a ciência e as religiões

Quando o sofrimento do luto não é trabalhado de maneira adequada, o processo pode ocasionar problemas psicológicos graves, dentre eles, os mais comuns são:

  • transtornos de humor,

  • transtornos de ansiedade,

  • problemas psicossomáticos como alterações metabólicas (sono e apetite),

  • e, por consequência, problemas cognitivos.

Desse modo, contar com a ajuda dos familiares e amigos é muito importante, pois funciona como uma rede de apoio. Porém, em alguns casos é necessário buscar ajuda profissional como a terapia do luto.

 

O que é terapia pós-óbito

A terapia do luto, aconselhamento do luto ou terapia pós-óbito consiste em um número determinado de atendimentos com um psicólogo ou psiquiatra especializado em tratamentos para pessoas que passam pelo luto. 

Nesses atendimentos, o profissional especializado irá ajudar a lidar com todas as fases do luto e também a superar os sentimentos, como ansiedade, raiva, culpa, tristeza e entre outros, que costumam ocorrer nesse processo.

Quando não se lida bem com essa situação, o luto pode desencadear vários problemas, como ansiedade, síndrome do pânico e até mesmo depressão. Por isso, viver o processo adequadamente e aprender a passar por todos os sentimentos que envolvem a perda de alguém é muito importante.

Ainda que não haja certo ou errado diante de tal circunstância, existem modos de aceitar a nova realidade, na qual a pessoa querida não estará mais presente. A terapia pós-óbito também auxilia em outras dúvidas com questões práticas, como “o que fazer com os pertences do falecido?”; “como passar por datas especiais?”; entre outras situações.

 

Receba conteúdo em seu email - Orsola

 

Quando a terapia pós-óbito é indicada

Não há uma data pré-definida para isso. A terapia pode ser indicada assim que o processo de luto tiver início ou quando você pensar que não está lidando de modo adequado com a situação. A qualquer momento você poderá buscar ajuda profissional.

Pessoas próximas também costumam indicar a terapia quando observam que o enlutado não está conseguindo lidar de modo natural à perda, ao apresentar comportamentos que não são habituais, como um sofrimento contínuo que indica um quadro prolongado de depressão.

Normalmente, a tristeza profunda passa a diminuir por volta do 6º mês, e as pessoas enlutadas começam a se relacionar de forma mais adequada sobre a perda, entre um e dois anos. Caso isso não aconteça, pode ser que o enlutado esteja passando por problemas psicológicos e, nesse caso, é altamente recomendada a terapia pós-óbito.

 

Sinais de que a terapia pós-óbito é necessária

O atendimento especializado é benéfico para todos os enlutados, contudo, a terapia pós-óbito torna-se necessária quando você:

  • Não sabe como suportar as emoções decorrentes da perda;

  • Está gerando outros problemas (ansiedade, pânico e depressão);

  • Não sabe como lidar com crianças enlutadas (leia também o artigo Como falar de morte com as crianças);

  • Sente que necessita de auxílio para superar esse momento;

  • Possui dificuldade para entender e superar a dor do luto.

 

Remédios  e o processo de luto

Estes são recomendados somente em casos específicos, quando associados a problemas psicológicos ou psiquiátricos. Desse modo, cada situação deve ser avaliada individualmente.

Ao realizar a terapia pós-óbito, você terá apoio e acompanhamento profissional, o qual indicará também a necessidade ou não de fazer uso de remédios. 

A tristeza deve ser vivida, já que o luto é um processo normal da vida, em decorrência da perda de alguém. Porém, quando o enlutado não consegue lidar com esse processo e nem mesmo voltar à realidade do seu cotidiano, pode ser indicado o uso de medicamentos de acordo com o acompanhamento profissional.

 

Artigos Relacionados

 

Ajuda especializada para enlutados

Hoje em dia há vários profissionais especializados, assim como grupos de ajuda com voluntários treinados que realizam o atendimento de pessoas enlutadas. Algumas entidades que atuam nesse segmento são:

 

Vamos falar sobre o luto

A plataforma digital de informação Vamos falar sobre o luto  oferece conforto para enlutados através de histórias inspiradoras, dicas e reflexões. Além disso, também é possível enviar mensagens e relatar sua história no confessionário (com sigilo total dos seus dados pessoais).

 

API  (Apoio a Perdas Irreparáveis) 

A rede de apoio API desenvolve reuniões de partilha para pessoas enlutadas e atua em várias cidades de Minas Gerais. Também é possível participar de cursos e ler depoimentos.

Também existem vários psicólogos e psiquiatras que exercem esse tipo de atendimento por todo o país. Caso você esteja passando por esse processo e sinta que necessita de ajuda para lidar com a perda, não hesite em buscar apoio na terapia pós-óbito.

 

Perdas e Luto

Blog com artigos e entrevistas. As discussões de Perdas e Luto são acerca  da educação para a morte e de histórias de quem vivenciou ou está vivenciando um processo de luto e que recebeu ou está recebendo cuidados especializados.

 

Laços e Lutos

O blog Laços e Lutos  aborda histórias de luto, conversas sobre dores, separações, lutos e ressignificações, para ajudar a superar a dor.



Terapia pós-óbito Orsola

A Funerária Araújo - Orsola sabe da importância da terapia pós-óbito em seus planos funerários, por isso se preocupa em ajudar seus associados na superação da dor da perda e oferece apoio psicológico especialmente direcionado para esse momento.

Para saber mais ou agendar uma consulta, acesse Terapia Pós-Óbito em nosso site.

 

Quer saber mais ou ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Deixe seu comentário. Ficaremos satisfeitos em poder ajudar!

 

Veja mais

O que é aposentadoria por idade

O que é aposentadoria por idade

11/06/2021
A aposentadoria por idade é um benefício que tem como intuito garantir proteção previdenciária... Continue lendo.
Entenda a aposentadoria especial

Entenda a aposentadoria especial

08/06/2021
Você sabe o que é aposentadoria especial?Neste conteúdo explicaremos o que é o benefício, quem... Continue lendo.
Terapia pós-óbito: quando devo procurar

Terapia pós-óbito: quando devo procurar

31/05/2021
Saiba quando procurar pela terapia pós-óbito.Passar pela perda de um familiar é muito doloroso,... Continue lendo.

Como proceder em caso de Falecimento?

Saiba quais procedimentos tomar e quais os documentos providenciar.